Agrogalaxy, Wine, Kalunga desistem de IPO e lista de baixas neste ano chega a 18 empresas

Incerteza nos mercados com piora da pandemia influencia percepção das empresas;


Fonte: Seu dinheiro

Imagem: Shutterstock


A lista de companhias que desistiram de um IPO (oferta pública inicial de ações) aumentou substancialmente em março: seis empresas deixaram de lado os planos para abrir capital na B3.

As baixas mais recentes são da plataforma de varejo de insumos agrícolas Agrogalaxy, do e-commerce de vinhos Wine e da rede de comércio de materiais de papelaria Kalunga, de acordo com a CVM.

Para Igor Cavaca, analista da corretora Warren, os mercados passam por uma incerteza maior do que a constatada no início de 2021 por conta da piora da pandemia de covid-19. "Mas vejo esse movimento como uma tendência de curto prazo", diz.

Em geral, uma empresa desiste de abrir capital quando entende que a oferta pode não ter o sucesso esperado em um primeiro momento. "Seria um peso forte para a imagem [ter um IPO sem demanda]", diz o analista. "A desistência é mais uma medida de proteção".

No ano passado, a B3 registrou o maior número de IPOs desde 2007, chegando a 28 estreias de ações de empresas - foram captados R$ 117 bilhões com esse tipo de oferta.

Entre as desistências deste ano, completam a lista outras 15 companhias:


  • Açu Petróleo

  • BBM Logística

  • Canopus Holding

  • Granbio Investimentos

  • Emccamp Residencial

  • Estok Comércio

  • EZ Inc Incorporações

  • Farmácia Nissei

  • Kallas Incorporações

  • MPR Participações

  • Urba Desenvolvimento

  • Nortis Incorporadora

  • Oceana Offshore

  • Paschoalotto Serviços Financeiros

  • Yuny Incorporadora


Fonte: Seu dinheiro

1 visualização0 comentário