Fortunas de bilionários do bitcoin caem em meio a tumulto no mercado de criptomoedas

Os gêmeos Winklevoss estão US$ 300 milhões mais pobres devido à queda do bitcoin


Fonte: Forbes


A queda de 30% no valor do bitcoin desde o início de março gerou perdas de mais de US$ 1,4 bilhão para quatro bilionários do bitcoin, segundo estimativas da Forbes. Os gêmeos Winklevoss estão US$ 300 milhões mais pobres. O CEO da MicroStrategy e entusiasta da criptomoeda, Michael Saylor, viu sua fortuna cair também mais de US$ 300 milhões. O capitalista de risco Tim Draper perdeu US$ 500 milhões.


Depois de ficar abaixo de US$ 30 mil no exterior no início desta semana, o bitcoin operava cotado a pouco mais de US$ 34 mil na quarta-feira (23). O preço da moeda digital ainda está 47% abaixo na comparação com meados de abril, depois que autoridades chinesas ordenaram o fechamento das operações de mineração de criptomoedas e pediram às instituições financeiras para limitarem a oferta de serviços às empresas de criptomoedas.


Desde do pico de US$ 2,5 trilhões em 12 de maio, o valor de mercado das criptomoedas caiu quase pela metade em apenas cinco semanas, causando uma perda em dólares equivalente ao PIB anual da Indonésia. A correção foi iniciada pelo cofundador da Tesla, Elon Musk, ao citar preocupações com o impacto ambiental da mineração do bitcoin, somado ao aumento no escrutínio regulatório em várias jurisdições e uma tendência cíclica de afastamento dos investidores dos ativos de riscos, conforme as economias se recuperam da pandemia.


Apesar das condições mais pessimistas, as fortunas dos bilionários das criptos foram para direções diferentes. Em 5 de março – quando a Forbes calculou os patrimônios de 12 pessoas do setor para a lista anual dos Bilionários do Mundo -, eles valiam juntos US$ 37,3 bilhões, enquanto o bitcoin custava US$ 49 mil. Na quarta, o bitcoin era negociado por apenas US$ 34 mil, mas o patrimônio líquido coletivo do grupo cresceu para US$ 39,5 bilhões. Seis fortunas diminuíram, enquanto quatro viram suas riquezas crescer, e dois patrimônios permanecem estáveis.


Aqui está como a fortuna dos bilionários das criptomoedas mudou entre 5 de março e 23 de junho. As avaliações foram calculadas usando a cotação dos ativos de quarta-feira (23), às 9h30, horário de Brasília.


Fonte: Forbes

1 visualização0 comentário