Grupo GPS poderá levantar até R$ 2,5 bilhões em IPO

Ao todo, serão ofertadas 180 milhões de ações na oferta base. A faixa indicativa ficou entre R$ 13 e R$ 15,50 (Imagem: LinkedIn/Grupo GPS)


Fonte: moneytimes


O Grupo GPS poderá levantar até R$ 2,5 bilhões em seu IPO (Oferta Pública de Ações, em português), considerando o preço médio de R$ 14,25 por ação, mostra documento enviado à CVM.


Serão ofertadas 180 milhões de ações, sendo 90 milhões da oferta primária (quando o valor vai para a empresa) e 90 milhões da secundária (quanto a quantia vai para o bolso do acionista).


Outras 36 milhões ações podem ser ofertadas em lote adicional e 27 milhões em lote suplementar.


A faixa indicativa ficou entre R$ 13 e R$ 15,50.


O período de reserva irá até 19 de abril. As ações estrearão na Bolsa no dia 23 de abril com o código GGPS3.


Fundada em 1965, a empresa atua no ramo de prestação de serviços integrados, que incluem soluções de facilities, segurança, logística indoor, serviços de engenharia e manutenção industrial.


Em 2020, atingiu uma receita líquida de serviços prestados de R$ 4,9 bilhões.


A companhia pretende utilizar os recursos líquidos para realizar aquisições, fortalecer sua capacidade financeira e pagar dividendos aos acionistas.


Itaú BBA, Goldman Sachs, Bank of América, BTG Pactual, Citi e Morgan Stanley coordenam a oferta.

1 visualização0 comentário