Madero vê ‘dúvidas substanciais sobre continuidade’ da operação

Fonte: Valor Econômico


O Grupo Madero, que opera na área de restaurantes, disse em suas demonstrações financeiras publicadas hoje, relativas ao primeiro trimestre de 2021, que a liquidez disponível mais o caixa adicional esperado não seriam suficientes para pagar o total das obrigações de dívida de curto prazo antes ou na data de vencimento sem financiamento adicional. Foram dois materiais de resultados publicados pela empresa desde o início da pandemia e auditores da rede levantaram, em ambos, a existência de “incerteza relevante” e “significativa” relacionada com a continuidade da operação.


Fonte: Valor Econômico

2 visualizações0 comentário