Raízen venderá fatia que detém na CTC, em processo de IPO

A venda de participação detida pela Raízen se dá no âmbito da oferta pública de distribuição primária e secundária de ações (Imagem: Site da Raízen)


Fonte: moneytimes


O conselho de administração da Raízen, joint-venture entre Cosan (CSAN3) e Shell, aprovou neste mês a venda da participação acionária detida pela companhia no Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), no âmbito da oferta pública de distribuição primária e secundária de ações ordinárias.


Serão definidos pela administração do CTC a quantidade de ações a serem alienadas pelo contexto da oferta de ações e o preço de venda das ações, conforme venha a ser acordado na data de precificação da operação, sublinha a Raízen no documento divulgado.


Em fevereiro, o CTC retomou o seu processo de oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês), que havia sido interrompido no dia 22 de janeiro.


Na minuta do prospecto preliminar, que acompanha o pedido, o CTC declara que “acredita ser a empresa líder em melhoramento genético e biotecnologia aplicados à cultura da cana-de-açúcar.”


Fonte: moneytimes

2 visualizações0 comentário